A Santa Casa Valença foi fundada em 30 de setembro de 1860, sendo uma instituição filantrópica com foco no cuidado a comunidade, através da fraternidade, solidariedade e respeito à vida.

Atualmente a Santa Casa Valença é referência em assistência à saúde em todo o Baixo Sul da Bahia, atendendo paciente de mais de 10 municípios da região, dentre eles: Valença, Cairu, Taperoá, Nilo Peçanha, Ituberá, Igrapiúna, Camamu, Piraí do Norte, Gandu, Wenceslau Guimarães e Teolândia.

A Santa Casa funciona 24 horas e possui 170 leitos, além de uma unidade obstétrica, uma ala de parto natural e um centro cirúrgico, onde realiza mais de 20 mil atendimentos por mês, em 15 especialidades de média complexidade.

Nos últimos anos a Santa Casa Valença, tem buscado investir em seu capital humano, afim de oferecer a comunidade uma equipe de profissionais preparados e qualificados, além de uma equipe multidisciplinar, com atendimentos nas áreas de assistência social, fonoaudiologia, fisioterapia e nutrição.

Especialidades da Santa Casa Valença

A Santa Casa Valença, como já falamos, atende a comunidade em 15 especialidades, além de prestar serviços de bioimagem e laboratoriais. Conheça as especialidades:

  1. Angiologia
  2. Bucomaxilofacial
  3. Cardiologia
  4. Cirurgia Geral
  5. Ortopedia e cirurgia Ortopédica
  6. Pediatria e cirurgia Pediátrica
  7. Cirurgia Plástica
  8. Clínica Cirúrgica
  9. Dermatologia
  10. Fisioterapia
  11. Fonoaudiologia
  12. Gastroenterologia
  13. Obstetrícia
  14. Oftalmologia
  15. Urologia

 

Atual situação da Santa Casa Valença

No Brasil são 1.200 Santa Casas distribuídas em todo o território nacional, destas, cerca de 90% estão endividadas, e já apresentaram em algum momento risco ou suspensão de atendimentos a população.

A Santa Casa Valença, assim como acontece em várias entidades em todo o Brasil, também enfrenta problemas financeiros, e já esteve em vias de suspender seus atendimentos. Em 2016 a dívida da Santa Casa Valença chegava a 7 milhões.

Pela complexidade da importância da Santa Casa para a Bahia, a comunidade tem se mobilizado em prol da entidade, buscando doações e meios de reverter os problemas enfrentados.

Em julho de 2018, a Santa Casa Valença, chegou a cogitar o seu fechamento. A notícia se propagou após o corte de 4 milhões ao ano nos repasses federais.

O que diz a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB)?

Referente aos cortes, a SESAB, justificou a redução contratual com a Santa Casa Valença, em virtude da falta de atingimento das metas de atendimento pela instituição.

Além disso a SESAB alegou que 43% dos atendimentos realizados correspondiam a Atenção Básica que serão repassados para a Policlínica Regional e pelo Hospital Costa do Cacau. Então serviços de imagens como a tomografia passaram a ser realizados por essas entidades.

Outro apontamento realizado pela secretaria, é de que a Santa Casa Valença tem realizado muitos atendimentos de baixa complexidade, quando deveria atender a casos mais complexos.

Independente das justificativas e de quem está com a razão, é certo que a Santa Casa Valença, presta um serviço essencial para a região de todo o baixo sul da Bahia, e precisa ser tratada com o seu devido valor.